Fazendo estória por aqui...

26 de mai de 2010

Blogagem coletiva - Bullying

Oiiii,

Essa blogagem coletiva, proposto pela querida Ana do blog MISTURAÇÃO, de hoje é para chamar atenção de todas(os) nós para a prática do bullying. Algo muito cruel que atinge muitas crianças e adolescentes em idade escolar.
É cruel as consequências do bullying podendo levar a várias consequências para quem é o alvo dela.

Bom, tenho 2 histórias para contar sobre isso...
Primeiro, a minha!!

Eu tenho cabelos encaracolados e bem armados...quando estava na 5º série sofri por isso.
Estudava numa escola pública e até a 4º série, nunca tinha tido problemas em relação aos meus cachos...nós tínhamos uma única professora e os alunos eram crianças tranquilas...pelo menos eu não era o alvo disso. Ao passar para a quinta série e ter vários professores, também encontrei alunos bem mais velhos do que eu...os repetentes...esses foram meus algozes!!!
Passei a sofrer muito, eles me colocaram vários apelidos, puxavam meu cabelo e me fizeram chorar muito...eu não tinha mais vontade de ir pra escola...en fim, vivi isso até a 7º série quando numa greve de muitos meses meus pais me passaram para a escola particular e encontrei amigos de verdade. Mas sofri com vergonha dos meus cabelos ainda por muitos anos depois disso.
A outra história é de uma mulher que estudou comigo na faculdade de psicologia, ela era obesa...e sempre foi uma criança fofinha...isso a tornou alvo dos cruéis alunos...o resultado...ela saiu da escola na 6º série, e só conseguiu voltar a estudar (fez supletivo) após muitos anos de muita terapia, ela voltou a escola quando já tinha 25 anos...então, na sexta série devemos ter por volta dos 12 anos...ela passou, pelo menos, 13 anos em sofrimento intenso, mas venceu...fez supletivo, passou na faculdade e hoje é psicóloga, especializada nessa área. Ela venceu, mas quantos conseguem o mesmo...fica pergunta, né!!!

Para saber mais, entender e ajudar e/ou verificar se seu filho ou qualquer criança/adolescente de seu convivio passa por isso, veja o site:
www.bullying.com.br
Há outros sites e informações a respeito, mas achei esse bem explicado!!
ou clique aqui

O que é Bullying?

O termo BULLYING compreende todas as formas de atitudes agressivas, intencionais e repetidas, que ocorrem sem motivação evidente, adotadas por um ou mais estudantes contra outro(s), causando dor e angústia, e executadas dentro de uma relação desigual de poder. Portanto, os atos repetidos entre iguais (estudantes) e o desequilíbrio de poder são as características essenciais, que tornam possível a intimidação da vítima.
Por não existir uma palavra na língua portuguesa capaz de expressar todas as situações de BULLYING possíveis, o quadro, a seguir, relaciona algumas ações que podem estar presentes:
Colocar apelidos
Ofender
Zoar
Gozar
Encarnar
Sacanear
Humilhar

Fazer sofrer
Discriminar
Excluir
Isolar
Ignorar
Intimidar
Perseguir
Assediar
Aterrorizar
Amedrontar
Tiranizar
Dominar

Agredir
Bater
Chutar
Empurrar
Ferir
Roubar
Quebrar pertences

4 comentários:

Misturação - Ana Karla disse...

Bom dia Açuti!
Você falou o que eu ainda não tinha conseguido falar.
"Chamar a atenção".
Isso mesmo, chamar a tenção de todos para combatermos juntos esse mal.
A divulgação já é um bom começo.
Que histórias, viu?!!!
Acho que no fundo, no fundo, cada um tem uma fato a contar.
Ainda bem que tudo é superado.
Xeros grandes e obrigada por participar.

orvalho do ceu disse...

Olá, querida
Excelentes definições para o Tema proposto nesa nossa participação do Bullying.
Gostei muito e estamos unidas às meninas nesse dia em especial.
Muita serenidade pra vc em seu coração e em seu ambiente.
Bjs

Lúcia Soares disse...

Oi, Açuti.
Também escrevi sobre o bullying, e lhe digo que só agora estou tomando consciência de que é um fato recorrente também aqui no Brasil. Achei que isso fosse apenas "lá fora". Nunca passei por isso, nem conheço quem tenha vivido uma situação assim, de verdadeira humilhação.
Sinto muito por você e por sua conhecida.
Criei meus filhos também sem que eles passassem por isso, ou mesmo soubessem de algum caso. O que há são muitas brincadeiras, típicas de turma, fazendo mais uma "zoação" do que uma intimidação, mas mesmo assim não acho certo.
Um assunto delicado, que não pode ficar esquecido. Não pode ser abordado somente em um dia, né?
Bj

pensandoemfamilia disse...

Oi querida

Estamos juntas nesta luta e é bem verdade que sem nos darmos contas, em algum momento, passamos por agressões que nos marcam a alma.
Daí a necessidade de ficarmos atentos para gerarmos com nossas atitudes bons sentimentos, principalmente, em nossa família, na qual somos modelos para nossos filhos.
bjs