Fazendo estória por aqui...

25 de out de 2012

Disputas & preconceitos

Olá pessoal, td bem com vcs??? A coisa aqui em casa tá feia...as crianças aprenderam a mexer no computador, mas não é assim, mexe qualquer coisa...NÃOOOO, eles entram em sites de jogos, abaixam e aumentam volume, abre e fecham abas....afffff....eu fico "besta", só pra vcs saberem, tem joguinhos que eles brincam que eu fico só olhando e demoroooo a entender... Bom, essa é a disputa - boa no caso! Mas agora quero falar um tema bem sério com vcs...o preconceito! Gente, vou dizer, eu nunca fui uma pessoa magrinha e tal, sempre tive corpão, daí que com a gravidez das crias engordei muito e blablabláa...e brigo com a balança desde então. Portanto, sim, sou gorda. E tipo, gorda, sem medo de dizer, não "fofinha", não "fortinha" e outras coisas que as pessoas enfeitam pra dizer. Sem problema com isso, sou gorda! Bom, colocado isso, frisei bem pra vcs entenderem que não tenho problema com isso, ou melhor tenho, faço um regimão mesmo, quer dizer, estou me reeducando, pois preciso de saúde por causa de mim e de meus filhos; certo! Mas semana passada e ontem passei por uma situação na qual nunca me vi envolvida. Sofri o preconceito. Como estou nessa reeducação alimentar, vou me pesar aos domingos e gosto do resultado, estou conseguindo eliminar 1 kg por semana, isso é ótimo. Perco peso com saúde e sem pelancas (kkkkkk). Então, semana passada fui ao mercado com meus filhos e eles quiserem se pesar, tudo bem, levei mas não me pesei pois era quarta. O mercado estava lotado e tinha uma imensa fila atrás da balança, minha filha perguntou se eu não iria me pesar e eu explicando que só me peso aos domingos blablabla quando um idiota (só tem esse nome) gritou (mesmo gritou): É a mãe tem que fugir da balança, está gorda demais! E com esse escândalo todos na fila caíram na risada alta...eu me senti tão humilhada naquela hora...peguei meus filhos e corri de lá. E ontem, estava entrando no shopping, de carro, o farol abriu para os carros, mas um cidadão resolveu sair correndo e passou na frente do meu carro, ainda gritou (como se estivesse certo) SUA GORDA! Bom, ontem não me ofendi, sei lá, deveria tê-lo chamado de feio...que babaca, só isso a dizer. Mas fico pensando, qual o prazer de um ser humano em ofender o outro??? É, pra isso acho que nunca vou encontrar a resposta, né!! bjkssss e inté!

Nenhum comentário: