Fazendo estória por aqui...

13 de mai de 2010

Assédio Moral no Trabalho (segunda parte e última!!)

Oiiii,

Então, continuando o relato de que passei.

Assim que sai da tal escola de idiomas, entrei numa conceituada empresa de elevadores. Comecei lá no Call Center, como atendente de chamados, e após 01 ano, passei num processo interno e passei a Assistente Administrativa, mas nesse momento, sai da matriz e fui trabalhar numa filial em São Paulo.
Bom, mas uma vez fui informada da tal supervisora da filial...e gato escaldado tem super medo de água fria...fiquei bem esperta dessa vez. Mas eu tenho um grande defeito (ou qualidade), detesto injustiça, e logo que vejo algo injusto acabei "mostrando" minha personalidade (que é bem forte). Pronto, arrumei encrenca com a supervisora, depois disso (ah, a injustiça foi com uma das meninas menores - aprendiz, sabe!- que trabalhava lá), passei a ser perseguida constantemente pela tal supervisora. 
Bom, como sempre fui de ter amizade fácil, passamos por uma mudança de gerência na filial, e logo fiquei amiga do novo gerente, que era uma pessoa muito boa...inteligentíssimo, eu adorava conversar com ele. Esse gerente gostava do meu serviço e acabou me passando mais atribuições que eram apenas realizadas por essa supervisora, pois era referente a valores da filial; mas ele dizia que confiava muito em mim e eu, afinal, era a administrativa da área comercial.
Então, essa mulher virou "o bixo" e logo começou a espalhar um boato de que eu era "amante" desse gerente...afffff....foi daí que a coisa ficou mais feia ainda.
Eu andava na corda bamba, esse gerente era relativamente novo de empresa e estava sendo "testado", a supervisora estava lá a 25 anos e tinha muito peso na empresa. O "chefe" me protegia, e a chefe me malhava...

Num certo momento, a empresa abriu um canal de reclamação (leia enganação) do funcionário com o RH. Pois eu não pensei 02 vezes e denunciei a tal supervisora. Foi pior ainda...

Fui sabatinada no RH, passando de mentirosa, nesse momento pouco pode fazer o gerente por mim...afinal, ele também queria "tirar o dele da reta", né!!!
Fui mandada embora (detalhe eu tinha vários e-mails da tal supervisora e até uma ligação no meu celular me ameaçando)...acabei pagando o pato...

Mas eu estava grávida e então tive que ser readmitida, só que nesse momento, ninguém mais me queria em lugar nenhum da empresa...fui tachada ainda de ser insubordinada e causadora de motim...FALA SÉRIOOO!!!!!
Acabei incorporada ao próprio RH, mas imaginem só um monte de cobra junto...loucas para dar um bote em alguém...lá era esse lugar...porque dai a fofoca foi de que engravidei para ficar na empresa (FALA SÉRIOOOO OUTRA VEZ!!!).

Nesse período, passei muito mal...estava com o processo rolando na justiça do trabalho (contra ter sido mandada embora, me arrependo por não ter processado por assédio moral)...grávida, cheguei a ser impedida de entrar na empresa, baixou polícia, nesse dia parei no hospital com forte sangramento...estava prejudicando minha saúde e principalmente do meu pequeno...

Que empresa nojenta, que ridículo o que fizeram comigo...

Foi daí que voltei ao juiz e pedi para que finalizassem meu contrato e me pagassem o que era necessário. Não recebi o que era meu de direito, mas minha saúde e de meu filho, naquele momento, não tinha preço...

Então, página virada...

Fique atenta(o), se vc está sofrendo com um superior seu, que a obriga coisas, e/ou, espalha boatos, e/ou te ameaça...NÃO TENHA MEDO, DENUNCIE, só assim para as coisas nesse país começarem a melhorar...

bjksss, espero ter ajudado!!!

Mais alguns links interessantes:
Ministério do Trabalho e Emprego
Guia Trabalhista
Dicas para saber se vc está passando por isso - UOL

7 comentários:

Mônica - Sacerdotisa da Deusa disse...

Socorro hein flor!
Que situação mais chata!!!
Mais olha, já vi muito dessas coisas, até já passei por uma delas, mas nada se compara a ser dona do seu próprio negócio sabe! Amo ser autônoma, não suporto ter que obedecer gente sem noção e cheia de ego, tô fora!
Porreta vc hein amiga! Eita!!! rsrsrs. É isso aí!
Beijinhos.

Flores e Luz.

Bordados e Retalhos disse...

Querida ainda bem que vc teve coragem de partilhar essa história. Mas precisamos conversar muito sobre o assunto. Afinal precisamos, pois afinal quando nos deparamos com um problema desses nem sabemos como agir. Bjs

Açuti disse...

Oii Gi,

realmente devemos falar muito sobre isso...as pessoas costumam se calar e deixar passar, porque "precisam" do trabalho, mas esquecem que para ganhar o dinheiro precisam estar felizes para ter saúde...senão de que adianta o emprego, né!!!

Glorinha L de Lion disse...

Menina, agora li tudo...pois meu pc tá com problemas novamente...e eu no laptop do filho não sou muito apta a fazer muuuuitos coments....que coisa...um dia conto o assédio sexual que sofri...aqui no blog e na família! è, vc não leu errado não...beijos.

Lu Souza Brito disse...

Caramba Açuti, que barra. Que azar voce teve heim duas vezes ainda? Por isso mesmo que as pessoas devem denunciar, pois quem agiu assim com você com certeza continua agindo com outras pessoas.

Beijoo
Lu

Açuti disse...

Oi Glorinha,

caramba, assédio sexual e no blog e na família...afff... tem gente sem noção nenhuma né!!!
Compartilhe com a gente tb!!
bjksss

Oii Lu...
pra minha tristeza, passei 2 vezes por isso e seguidas...triste mesmo!!!

VILMASUELY disse...

ESTOU TE SEGUINDO!! VIM AQUI FAZER VISITA E DESEJAR BOM FINAL DE SEMANA.gOSTEI DO SEU BLOG.ESTÁ NA MINHA LISTA!! BEIJOS!!